05/03/2014 09:11

Walter Duarte

Ex-gerente da Caixa é condenada por peculato

Ela era funcionária de uma agência da CEF em Santa Bárbara e vai cumprir pena alternativa com prestação de serviços

wife who cheated link why women cheat on men they love
reasons why husbands cheat married men who cheat with men redirect
signs of a cheater why women cheat on men they love women cheat because
link meet and cheat why wife cheat
viagra without prescription availability in europe how fast does viagra begin working link
buy online securely viagra buy viagra in ny redirect
what causes women to cheat dating for married men married men affairs
reasons people cheat read here read here
most women cheat women who cheat on men I cheated on my husband
click why do women cheat on husbands unfaithful wife

Condenada a 3 anos e 10 meses de detenção pelo crime de peculato (desvio de recurso praticado por servidor público) a ex-gerente de relacionamento de uma agência, da CEF (Caixa Econômica Federal), em Santa Bárbara d'Oeste, Giovana Nascimento da Silva não cumprirá a pena na prisão. Ela desistiu de recorrer da sentença de primeira instância, proferida pela 1ª Vara Federal de Piracicaba, e vai cumprir o mesmo prazo em prestação de serviços comunitários, além de pagar uma multa de dez salários mínimos.

Caixa_Portal liberal.com.br

Gerente da Caixa deu prejuízo de R$ 789 mil aos cofres públicos em 2006

João Carlos Nascimento / O Liberal

Segundo o processo, ela deu um prejuízo de R$ 789 mil aos cofres públicos.

O esquema foi descoberto em 2006 por meio de auditoria do banco estatal na agência onde ela trabalhava, no Jardim Pérola. De acordo com a denúncia oferecida pelo MPF (Ministério Público Federal), ela movimentava irregularmente as contas de correntistas, obteve um empréstimo para si mesma em condições irregulares e inseriu dados falsos no sistema eletrônico do banco para conceder financiamentos também irregulares.

"A pressão das metas estabelecidas pela Caixa Econômica Federal não justifica a conduta de Giovana na concessão de diversos créditos, inclusive em benefício próprio, o que demonstra a intenção deliberada de se apropriar do dinheiro a que tinha acesso, em virtude da facilidade que lhe proporcionava a condição de funcionária, causando prejuízos à instituição financeira", diz a sentença.

A Justiça fixou a condenação em 3 anos e 10 meses e autorizou a substituição da pena física (detenção) pela prestação de uma hora de serviços à comunidade por dia. A ex-gerente chegou a manifestar a intenção de recorrer ao TRF (Tribunal Regional Federal), mas apresentou um pedido de desistência, homologado na semana passada. O "trânsito em julgado" da decisão deve ser decretado nos próximos dias para que Giovana comece a cumprir a pena alternativa.

Procurada por meio de sua assessoria de imprensa, a superintendência da Caixa em Campinas não quis comentar o caso e se recusou a informar se a gerente foi demitida do serviço público. "Iniciada a apuração interna ou a criminal, fica a Caixa impedida de divulgar qualquer informação. Tal postura é adotada para evitar qualquer prejuízo à apuração dos fatos", diz a nota, encaminhada ao LIBERAL. O banco abriu um processo na esfera cível para tentar reaver o dinheiro desviado.

Já a advogada de defesa, Beatriz de Macedo Caputo, se recusou a dar entrevista. "Eu não posso comentar nada sobre o processo sem falar com ela. Se ela me autorizar, eu falo com você", disse.

reasons wives cheat on husbands what makes people cheat redirect
women that cheat website women looking to cheat
read here open women who cheated
go generic viagra pill read
click here women affairs men and women

O envio de qualquer comentário
é de responsabilidade do usuário.

5 Comentários


clovis

06/03/2014 07:47

brasil pais da injustiça, este tipo de sentença que incentiva os criminosos a agirem cada dia mais, roubou um dinheirão e recebe um pena leve desta, quem tem advogado bom não fica preso mesmo, a policia se mata pra prender , investiga, faz tocaia, interroga põe a equipe todo pra resolver o caso e prende e a justiça solta. não é isto que o povo espera da lei, queremos sentenças mais pesadas que sirva de exemplo.

catch a cheat black women white men wife cheaters
dating for married people why most women cheat open
redirect viagra voor vrouwen uit viagra watermelon
website buy viagra site how often can someone take viagra
generic viagra canada wholesale viagra superactive canadian no prescription open


fernando

05/03/2014 11:09

serviço comunitario, mais uma vez prova-se, o crime compensa

why do wife cheat on husband unfaithful husbands
women that cheat all women cheat women looking to cheat
link go buy generic viagra in canada


chô

05/03/2014 10:38

esse trocinho chamado dinheiro é um mal necessário, mas, quem não souber lidar com ele,se ferra facinho-facinho ...

my husband cheated with a man married and want to cheat how married men cheat
website women who cheat on husband affair dating sites
redirect link viagra watermelon
website viagra watermellon how often can someone take viagra
married men who cheat with men My boyfriend cheated on me women that cheat with married men


cleusa

05/03/2014 10:21

desvio quase r$ 790 mil aos cofres publicos e vai ficar nessa peninha? tem que devolver ou ficar pelo menos um ano no fechado. a população é que não aguenta mais arcar com esse tipo de crime...

click here venous leakage cured by viagra viagra 1 79
what makes married men cheat link link
married men who cheat with men My boyfriend cheated on me women that cheat with married men


joão

05/03/2014 09:47

ela não deixa de ser ladra, deveria sim ser condenda em regime fechado, se fosse em um país sério isso não acontecia. aquí pasmem senhores o errado es certo, qual a diferença entre ela e um ladrão comum nada.

website why do men cheat on their wife my husband cheated on me